Seja bem vindo!

Saiba mais sobre o blog clicando em Contato na barra acima.

Prêmio TOP BLOG 2011

O Blog ganhou o TOP 2 da Votação do Júri Popular! Muito obrigada a vocês que votaram no blog!

Visite a Central de Links

Tudo o que você precisa conhecer em um só lugar.

Procurando novos desafios?

Aqui você encontra vagas de empregos e estágios em todo o Brasil.

O sonho de ser Concursado!

Saiba aqui sobre os principais concursos que possuem Arquivologia em suas provas.



22 de outubro de 2014

Governo da Espanha: Normas Arquivísticas Espanholas

Governo da Espanha: Normas Arquivísticas Espanholas




Concurso com 1 Vaga de Arquivista - Prefeitura Municipal de Pocinhos / PB

Prefeitura Municipal de Pocinhos/PB
 
Cargo: Arquivista

Escolaridade: Superior completo

Período de inscrição: 07/10 a 04
/11/2014

Nº de vagas: 01 

Salário: R$ 1.070,00

Inscreva-se no site; www.pocinhos.pb.gov.br

Dica do CEPARQ.

VII ENCUENTRO DE ARCHIVOS MUNICIPALES


XII CONGRESO ARGENTINO DE ARCHIVÍSTICA

CIRCULAR N° 2

VII ENCUENTRO DE ARCHIVOS MUNICIPALES DE ARGENTINA

 

VII Encuentro de Archivos de Municipios y Comunas de Argentina a desarrollarse los días  5 al 7 de noviembre de 2014 en el SALON AUDITORIUM - DR. RAFAEL VILLAGRÁN. Avda. Belgrano 1349, Ciudad de Salta ,  Provincia de Salta en el marco del XII CONGRESO DE ARGENTINO DE ARCHIVÍSTICA bajo el lema:  " Historia. Sociología. Las Fuentes Documentales. Los Archivos ", convocado por el Ministerio de Gobierno de la Provincia de Salta, el Archivo Provincial de la Memoria de la Provincia de Salta y la Federación de Archiveros de Argentina -FARA- IGJ Nº 1863088.
 
 
FUNDAMENTOS:
 
Los Archivos y Registros de Municipios y Comunas,  brindan a investigadores de las Ciencias Sociales el acceso a la memoria y a la información preservada, a través de los documentos.  Así los archivos, se convierten en memoria activa, como parte fundamental de la identidad e historia social y local, aportando a la construcción e interpretación de ese mosaico de la memoria colectiva del país.
 
El desarrollo de la Archivología como ciencia, disciplina y cuerpo de conocimientos, brinda sus servicios y soluciones a las instituciones y a la sociedad, y dadas sus respuestas metodológicas,  se consolida y reformula en la capacidad adquirida por quienes en las administraciones de los gobiernos locales se definen y validan a través del compromiso y el trabajo cotidiano, como custodios y difusores del acervo archivístico en Municipios y Comunas.
 
En materia de derechos humanos, hacemos hincapié en el ejercicio de la veracidad y la transparencia, donde la persona física o jurídica, hace valer sus derechos, mediante documentos también depositados en los ámbitos municipales.
 
Los Archiveros, desempeñan un papel fundamental para avalar derechos, reconociéndolos como indispensables en la construcción e interpretación histórica, y en gran parte como gestores de calidad institucional e informativa, reflejando un nivel de desarrollo social.
 
Sobre una base interdisciplinaria, se propone analizar la evolución y desarrollo de las perspectivas sobre archivos, documentos y archiveros, su valorización desde la función social de los mismos, acompañado del compartir experiencias y expectativas que y con Sociólogos e Historiadores, los Archiveros mantienen.
 
Para tal efecto,  se realizará el Encuentro de Archivos Municipales de Argentina 2014 bajo la temática  "Historia. Sociología. Las Fuentes Documentales. Los Archivos ", durante el desarrollo del XII Congreso Argentino de Archivística del 5 al 7 de noviembre de 2014.
 
EJES TEMÁTICOS:
 
 - Sistemas Municipales de Archivos. Proyectos coordinados y de integración para el respaldo de la memoria local del país.
- Función y actividades implementadas por y desde la profesión en la organización y mejora de los sistemas de información de los poderes públicos y de los archivos locales.
-Los archivos como fuentes para la construcción histórica y para el desarrollo del análisis sociológico, experiencias, difusión, implementación de políticas locales.
-Archivos privados y públicos, accesibilidad para la investigación, la docencia y aporte a la construcción de la identidad social e histórica local.
-Políticas de acceso a la información y difusión del patrimonio documental municipal y comunal.
- Gestión de calidad legislativa en materia de archivos municipales y comunales.
- Proyectos de investigación social. Consideraciones archivísticas, de implementación sectorial, regional, nacional e internacional.
- Problemática del acceso a la formación Profesional de los Archiveros en municipios y comunas, experiencias de desempeño laboral de profesionales, expansión, arraigo y reconocimiento de la profesión en los diversos ámbitos locales.
 
 OBJETIVOS:
 
Desde el punto de vista de las Ciencias Sociales y de las Ciencias Históricas:
- Exponer las problemáticas y experiencias de los servicios de Archivos y Registros locales y de los usuarios de distintos campos de las Ciencias Sociales.
-Considerar la labor de los profesionales y trabajadores de archivos, como aportes intangibles al capital institucional y social. La labor del Archivero y la organización archivística en su aporte al trabajo del investigador.
 
 Desde el punto de vista del Archivo:
-Abordar el tratamiento de los archivos municipales como "fuentes de conocimiento local", consolidando la incorporación de la teoría del conocimiento a los aspectos metodológicos, técnicos y de servicio.
 
  Desde el punto de vista del Archivero:
 -Abordar el tratamiento del arraigo de las técnicas, normas y de la profesión como objetivo para la materialización del conocimiento archivológico y para el óptimo  desempeño metodológico, técnico y de servicios.
 
 METODOLOGÍA:
 
El Encuentro se desarrollará a través de:
1. Conferencias,  Paneles, Ponencias, Comunicaciones y propuestas.
2. Taller de capacitación y Grupos de Discusión: a determinar en función de los especialistas participantes, el interés de los asistentes y las posibilidades logísticas.
5. Asistentes: Personas que se inscriban en el evento en calidad de participantes, sin presentar trabajo.
 El Encuentro se desarrollará únicamente en sesión plenaria.
 
FORMALIDADES PARA LA PRESENTACIÓN DE LOS TRABAJOS: REGLAMENTO
 
CONSULTAS E INSCRIPCIONES: FICHA DE INSCRIPCIÓN
Contactos: e-mail: fara.institucional@gmail.com
Facebook: Federacion De Archiveros Fara
Teléfonos:
Fijos : 0342-4754282 - 4025634 - Cel.: 0342 – 155130272- 155020672
 
Link relacionados:

FICHA DE INSCRIPCIÓN

REGLAMENTO

CIRCULAR N° 1- CONVOCATORIA


Saiba mais no site clicando aqui.


III ARQdoc acontecerá de 05 a 07 de novembro de 2014 em João Pessoa – PB

O III Seminário Internacional sobre Documentação do Patrimônio Arquitetônico com usos de Tecnologias Digitais acontecerá de 05 a 07 de novembro do ano corrente na cidade de João Pessoa – Paraíba.

O ARQdoc é um evento científico que trata da documentação do patrimônio arquitetônico e urbano a partir do uso de tecnologias digitais. 

Reúne arquitetos e urbanistas, engenheiros, historiadores, profissionais da área da ciência da computação e da ciência da informação, e outras áreas correlatas.

O evento discutirá mecanismos de documentação digital e ou informatizada para a geração de informações com vistas ao desenvolvimento de novo conhecimento para intervenção e conservação do patrimônio arquitetônico e urbano, segundo três eixos principais: 
Documentação; 
- Intervenção; e 
- Ensino e Aprendizagem.

Os trabalhos podem ser  artigo completo ou poster e devem enquadrar-se em um ou mais dos três eixos temáticos propostos. Os artigos aceitos pelo Comitê Científico do evento serão apresentados oralmente e publicados nos anais do evento, em formato digital.

Mais Informações serão postadas em breve através do endereço eletrônico:http://www.arqdoc.org/

ECLAT: Consultoria e Projeto em Gestão de Documentos - 05 e 06 de dezembro de 2014 - BRASÍLIA

Objetivo e Público-alvo
Orientar profissionais para o desenvolvimento e atualização de práticas que envolvam ações estratégicas e metodológicas sobre planejamento, execução e acompanhamento de consultorias e projetos de Gestão de Documentos.
Necessidade x Justificativa

A carência de profissionais especializados e o desconhecimento de ações estratégicas gerenciais que melhorariam o tratamento da informação contribuíram para que muitas organizações, principalmente públicas, optassem pela consultoria externa como forma de terceirizar os serviços de Gestão de Documentos. O resultado foi inúmeros projetos com prazos e preços além dos estipulados e que depois de um tempo perderam força política e gerencial, enfraquecendo os serviços de arquivo e unidades setoriais.
Falar em gerenciamento dessas informações a partir de uma metodologia de consultoria e projeto que otimize a Gestão Documental é pensar na estabilidade dessas ações a longo prazo, evitando o desperdício e favorecendo a continuidade dos serviços, tanto para empresários como para servidores e empregados públicos que gerenciarão essas atividades.
A relação custo x benefício no uso de técnicas e práticas de consultoria e gestão de projetos que agreguem valor ao trabalho de Gestão de Documentos pode ser facilmente dimensionada quando se fala nos ganhos que poderão trazer para a organização: 
PARA EMPRESÁRIOS E ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS

     - Redução de custos com novos projetos;
     - Melhoria na comunicação empresarial/ organizacional;
     - Visibilidade da unidade ou serviço de arquivo dentro da organização;
     - Melhoria dos serviços de arquivo, resultando em maior segurança por parte dos usuários;
     - Usuários mais conscientizados sobre a importância do tratamento da informação;
     - Alta administração mais propícia ao desenvolvimento de ações em ambiente interno.
PARA CONSULTORES E DEMAIS INTERESSADOS

     - Visibilidade no mercado (público e privado);
     - Captação de novos clientes;
     - Atualização de práticas no uso de atividades de gerenciamento de projetos;
     - Melhoria na qualidade da comunicação com demais empresas e órgãos públicos.
Facilitador

William Gontijo
Especialista em Gestão em Arquivos pela UFSM (EAD), Gerente de Projetos pela Escola de Administração e Negócios (ESAD) e Bacharel em Arquivologia pela Universidade de Brasília. Professor de Arquivologia do IFRS. Experiência em prestação de serviços e desenvolvimento de trabalhos de consultoria em projetos relacionados com a Organização da Informação, bem como a organização e realização de cursos e treinamentos para órgãos públicos e empresas privadas. Currículo Lattes
Conteúdo programático

Módulo I – Gestão de Documentos: noções básicas
     • Aspectos históricos;
     • Conceitos e definições;
     • Objetivos da Gestão de Documentos (Lei n.° 8.159/90);
     • Resultados esperados;
     • Conscientização de usuários: políticas e ações práticas.
Módulo II – Consultoria: aspectos teóricos e práticos
     • Conceitos e definições;
     • Modalidades de consultoria (interna e externa);
     • Formas de contratação (por hora, por produto, etc);
     • Etapas básicas de um serviço de consultoria em Gestão de Documentos;
     • Modelos de propostas.
Módulo III – Projeto: aspectos teóricos e práticos
     • Conceitos e definições;
     • Gerenciamento do Escopo;
     • Gerenciamento do Tempo;
     • Gerenciamento do Custo;
     • Gerenciamento da Qualidade;
     • Gerenciamento da Comunicação;
     • Gerenciamento da Equipe;
     • Gerenciamento de Riscos.
Metodologia 
Aulas expositivas;
Exercícios em sala de aula.
Material didático 
CD com a cópia dos slides apresentados em sala de aula, bem como publicações sobre arquivologia e Gerenciamento de Projetos.
Local
Shopping Pátio Brasil, Sala 607 (6º andar) – Brasília – DF
Data e carga horária do curso 
     5 e 6/12/2014 (das 8h às 18h) 
     16 h/aula
Demais informações e pré-inscrições, acesse: http://www.eclatcomunicacao.com.br/?page_id=44
(61) 8622.6968 (Jorge)
treinamento@eclatcomunicacao.com.br

Livro: Informação e conhecimento no Legislativo

Livro: Informação e conhecimento no Legislativo

Resumo:

Apresenta artigos baseados em pesquisas desenvolvidas no âmbito dos Grupos de Pesquisa e Extensão (GPE) do Centro de Formação, Aperfeiçoamento e Treinamento (Cefor) da Câmara dos Deputados, voltadas para a Gestão da Informação e do Conhecimento aplicada ao Legislativo, sob a ótica estratégica. Eles ora apresentados resultam de pesquisas voltadas para a relação entre disponibilização de informação e seu uso pelo programa Parlamento Jovem, o perfil dos usuários da Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados, os aspectos da arquitetura da informação do portal na internet da Câmara Legislativa do Distrito Federal, as competências organizacionais do Legislativo na formulação de políticas públicas, a gestão do conhecimento para formulação e decisão estratégicas no Legislativo e o modelo de gestão da informação e do conhecimento que apoiou o processo de gestão estratégica na Câmara dos Deputados.

21 de outubro de 2014

VAGA DE ESTÁGIO EM ARQUIVOLOGIA NO MP-RJ

Estágio Remunerado

Instituição: Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

Carga Horária: 4 horas diárias (de segunda a sexta-feira).

Bolsa-Auxílio: R$ 600,00 (seiscentos reais).

Auxílio-Transporte: R$ 6,00 (seis reais) por dia de trabalho

 Requisitos:
 Estar cursando faculdade de Arquivologia

 Inscrições:
 Enviar currículo para drh.estagio@mprj.mp.br com os seguintes dados:

 Nome;
  • Idade;
  • Endereço;
  • Telefones de contato;
  • Email;
  • Nome da Instituição de Ensino;
  • Período;
  • Horário Escolar
  • Experiências anteriores


Livro: Sobrevivendo ao Mito da Destruição Total: Os Arquivos da Guerrilha do Araguaia


Descrição:

Geralmente os documentos arquivísticos são considerados o ponto inicial para se entender -o fio da meada- dos fatos históricos. Na obra Sobrevivendo ao mito da destruição total: os arquivos da Guerrilha do Araguaia, a autora fez caminho inverso. Após entender a Guerrilha por obras bibliográficas e ficar ainda mais curiosa quanto à possibilidade de destruição completa e absoluta de todos os arquivos referentes a esse evento histórico, Shirley decidiu aprofundar a sua pesquisa sobre a participação das instituições citadas naquelas obras no desmantelamento do movimento. Para a sua surpresa, além de constatar que ainda encontram-se -vivos- diversos conjuntos de documentos arquivísticos, ou fundos, acabou por elaborar uma nova noção arquivística -a ramificação-, ao constatar que a sobrevivência desses documentos arquivísticos pode ser explicada, em grande parte, pela própria noção por ela elaborada, a qual constitui, dessa forma, uma contribuição ao arcabouço teórico da Arquivologia.

Abraço,

Shirley Carvalhêdo Franco



Para aqueles que não puderam comparecer ao lançamento na Livraria Cultura em Brasília, a obra encontra-se disponível para venda pelo site da Editora Appris.


Notícias G1 - Polícia paulista protege 400 RGs de famosos em cofre vigiado por câmera

Documentos de personalidades são arquivados desde 1900 por segurança. No acervo estão identidades de Pelé, Ayrton Senna e Gisele Bündchen.


Cofre guarda pastas com fichas e informações sigilosas de personalidades, políticos, juízes, promotores e policiais (Foto: Kleber Tomaz / G1)

Alegando questões de segurança, a Polícia Civil de São Paulo guarda num cofre 409 identidades de artistas, celebridades, políticos e personalidades históricas que passaram pelo estado desde 1900 até os dias atuais. Os documentos, que recebem o carimbo "reservado", estão arquivados numa espécie de armário à prova de fogo sob os cuidados do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), na capital paulista.
Levantamento feito pelo IIRGD mostra que estão catalogados no cofre 67 personalidades históricas, 128 celebridades e 214 políticos.
 
Esse reforço na proteção tem como principais objetivos evitar vazamentos de dados sigilosos e preservar a memória histórica dos famosos. Na sala climatizada, o cofre é vigiado por câmeras de monitoramento e só pode ser aberto por dois funcionários. Além deles, ninguém tem as chaves e o código de acesso ao equipamento.

Em seu acervo estão informações, vias de registros gerais (RGs), fotos, recortes de jornais e até algumas fichas criminais de pessoas famosas. Entre os rostos conhecidos, estão os dos ídolos do esporte brasileiro, Pelé e Ayrton Senna; de celebridades, como a modelo Gisele Bündchen; e inventores, como Santos Dumont.
[...]

UNB: Quartas arquivísticas - Documentos Eletrônicos

DOCUMENTOS ELETRÔNICOS

Saiba mais sobre certificação e assinatura digital

Certificação e assinatura digital: aplicação em documentos eletrônicos é o tema da próxima edição do projeto Quartas Arquivísticas 2014

A palestra acontecerá no dia 22 de outubro, às 14h30, no auditório da Reitoria. 

O evento, gratuito e aberto à comunidade acadêmica, contará com a presença de Pedro Paulo Lemes Machado, André Garcia, Wilson Roberto Hirata e Pedro Pinheiro Cardoso, todos do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Mais informações: 3107 5801